Cirurgia de implante dentário

Depois de já muito termos discorrido acerca do implante dentário, onde demos a conhecer a resposta às perguntas mais comuns sobre este tipo de tratamento, os locais onde se pode dirigir para se candidata à realização de um implante dentário gratuito, bem como os tipos de implantes existentes, ou ainda os cuidados a ter após a cirurgia, no artigo de hoje, vamos dar a conhecer aos nossos leitores como é realizada uma cirurgia de implante dentário. É um artigo a título de curiosidade ou dirigido a pessoas que estão a iniciar os seus estudos na área, pois um paciente que necessite de um tratamento do género, não necessita obrigatoriamente de saber como ele é realizado, mas sim que o implantodontista que o vai realizar, conheça bem os procedimentos adequados para que tudo corra da melhor maneira.

Anteriormente, em outros artigos, também já referimos que este tipo de cirurgia é considerado de nível de reduzida complexidade no mundo das cirurgias, e hoje em dia, com os avanços desta especialidade da odontologia, os especialistas com bastante experiência na realização destes tratamentos, já o fazem em menos de meia hora. Claro está que este é o tempo necessário para cirurgias onde só é necessário realizar um implante. Quantos mais forem necessários realizar, maior será o tempo necessário, mas o processo é sempre o mesmo, é bem simples de explicar, e relativamente simples de colocar em prática por especialistas com formação adequada na área.



implante dentario


Pois bem, sem mais demoras, passemos então a mencionar os passos que são realizados pelo implantodontista numa cirurgia de implante dentário, mas não sem antes referir que antes de tudo, o paciente passa por um processo de análises, radiografias, etc, de forma a perceber se pode realizar um implante, que tipo de implante será necessário, bem como outros procedimentos sempre necessários e que devem ser tomados antes de qualquer cirurgia do género. Essa é uma temática que já abordámos em outros artigos, e convidámos desde já o leitor a pesquisar na nossa barra lateral, se desejar obter informações a respeito. No que diz respeito à cirurgia em si, o processo é então o seguinte:
  1. são realizados todos os preparativos para a cirurgia, preparação de todos os materiais necessários, etc.
  2. já com o paciente devidamente instalado é então realizada um procedimento que visa anestesiar a região búcal do paciente e quando o implantodontista concluir que a mesma já está anestesiada, depois de uma interacção com o paciente, dá-se então início ao processo.
  3.  nesta fase inicial da cirurgia propriamente dita, o implantodontista deverá então abrir a gengiva na zona onde será realizado o implante, de forma a que a estrutura óssea fique visível.
  4. em seguida, e já com a estrutura óssea bem visível, dá-se então início à perfuração da estrutura óssea do paciente, com uma pequena broca da dimensão do implante, que vai abrindo lentamente o osso que se encontra por baixo da gengiva.
  5. depois de devidamente aberto o osso do paciente, com a medida exacta para o encaixe do implante, procede-se então à colocação do mesmo.
  6. por fim, e já com o implante devidamente acomodado na estrutura óssea, procede-se então à realização de uma pequena suturação na região que foi aberta na fase inicial.


Em seguida, e de forma a que possa entender melhor, deixamos um vídeo exemplificativo sobre como é realizada uma cirurgia de implante dentário. Escolhemos um vídeo-animação, de forma a não ferir as pessoas mais sensíveis. Veja como é simples:

       



Como pode verificar, tanto através dos passos que mencionámos, como através do vídeo acima, é um processo extremamente simples, para quem, obviamente,  tem formação e alguma experiência na área.

De referir ainda, e porque nunca é demais fazê-lo, que este tipo de intervenção tem actualmente uma taxa de sucesso que se situa nos cerca de 95% a nível mundial, e que muitos dos casos de complicações nos implantes dentários, são fruto de maus procedimentos pós operatórios levados a cabo por parte do paciente, nomeadamente no que diz respeito à higienização da sua saúde bucal. Como tal, de forma a evitar fazer parte desses 5% de casos de insucesso, tenha em atenção e leve à risca as recomendações que lhe serão dadas no final da cirurgia.

Esperamos, como sempre, que este artigo possa ter sido esclarecedor para o leitor. Caso tenha alguma dúvida a respeito desta temática, ou alguma sugestão relacionada com o implante dentário e a odontologia em geral, não hesite e entre em contacto connosco através do formulário de comentários que se encontra no final deste artigo. Prometemos ser breves a responde às suas solicitações.

Até à próxima!




Nenhum comentário: